Proteínas

Proteínas

São macromoléculas(moléculas grandes) formadas por aminoácidos, substâncias que desempenham papéis importantes no organismo.

Podem ser divididas em aminoácidos essenciais, os quais nosso corpo não produz e há a necessidade de ingestão via alimentar, como por exemplo o triptofano, ele tem a função de produzir a serotonina, que por sua vez é o hormônio responsável pela sensação de bem-estar, prazer, cuja falta pode levar a depressão, e os não essenciais, que nosso corpo consegue produzir naturalmente, como a glicina, que é um aminoácido encontrado abundantemente no colágeno, responsável pela estrutura da pele e cartilagens.

As proteínas exercem inúmeras funções no nosso organismo, entre elas estão a produção de hormônios, anticorpos e fornecimento de energia.

Podemos encontrá-las em 2 formas: animal e vegetal.

As proteínas animais são porco, gado, frango;

As vegetais, podemos encontrá-las no feijão, aveia, gergelim, linhaça, sementes de girassol, amendoim, etc.

Porém cada alimento possui uma quantidade de proteínas diferentes uns dos outros.

Por exemplo,30 gramas de semente de abóbora, oferecem 29% de proteína, um alimento riquíssimo, e uma ótima substituição ao consumo de proteína animal(lembrando que deve-se associar a outros alimentos para obter os valores diários recomendados, para isso consulte um nutricionista sempre!)

Mitos e verdades sobre as proteínas:

  • “A proteína animal é mais aproveitada pelo organismo”

    A qualidade depende muito das fontes de proteínas vegetais e principalmente entre os alimentos, e elas podem ser iguais ou ate melhores que as proteínas animais.

  • “A proteína vegetal é incompleta em aminoácidos”

    Alguns alimentos podem ter o teor baixo de algum aminoácido em específico, o que faz a diferença numa dieta é a combinação de vários alimentos de grupos diferentes para equilibrar o perfil de aminoácidos e garantir a ingestão diária necessária.

Podemos encontrar todos os 20 aminoácidos nas proteínas vegetais, no entanto, as leguminosas(feijões de todos os tipos, grão-de-bico, lentilha, ervilha) são pobres em metioninas (responsável pela resposta imunológica, fortalecimento de unhas e cabelo e proteção do fígado), e ricos em lisina (produção de anticorpos, hormônios e enzimas e regeneração de tecidos).

Já os cereais são ao contrário das leguminosas, e a maneira mais fácil de combinar a ingestão correta é colocar no prato essas 2 proteínas, na linha das leguminosas pode-se ingerir o feijão e adicioná-lo a arroz integral, cateto integral.

Se você deseja seguir um estilo de vida mais saudável, sem ingestão de proteína animal, você pode montar um prato da seguinte forma:

  • leguminosas(feijões, as lentilhas, o grão-de-bico, a soja)
  • cereais(arroz integral, quinoa, amaranto, milho)
  • saladas verdes(alface, rúcula, espinafre, couve)
  • Tomates
  • e gorduras(azeite de oliva extravirgem)

    Uma outra maneira de se obter as proteínas necessárias sem consumo de animais são os hambúrgueres vegetais, nuggets, kibes, associados ao uso de temperos e especiarias seu consumo fica mais leve e nutritivo.