O quanto são importantes os minerais para o nosso organismo?

O quanto são importantes os minerais para o nosso organismo?

                                       O quanto são importantes os minerais para o nosso organismo?

Os sais minerais são substâncias inorgânicas que precisam ser consumidas pelos seres vivos para que haja um bom funcionamento do organismo. Alguns sais minerais, como cálcio, fósforo, enxofre, potássio, sódio, cloro e magnésio, são necessários ao nosso organismo em quantidades relativamente altas (superiores a 100 mg /dia) e por esse motivo são chamados de macronutrientes. Já outros sais minerais, como o ferro e o zinco, são chamados de micronutrientes minerais, por serem necessários ao organismo em quantidades relativamente baixas.
Como o corpo não é capaz de produzir sais minerais, eles devem ser ingeridos através de uma alimentação que forneça quantidades adequadas destas substâncias. Caso haja excesso, eles serão eliminados através das fezes e da urina.
Os minerais são nutrientes que estão presentes nas nossas células.

Deficiências:

As causas dessas deficiências podem ser várias, mas normalmente estão relacionadas ao consumo de alimentos pobres em nutrientes, como comida congelada, refrigerantes, sanduíches, enlatados etc.
Os minerais são antioxidantes e funcionam como defesas naturais do nosso organismo contra os efeitos degenerativos dos radicais livres, que causam todo o tipo de lesões celulares e o envelhecimento.

Entre os minerais importantes para nosso organismo podemos destacar:

-Cálcio: Essencial para a vida humana, para a liberação de neurotransmissores no cérebro e para auxiliar o sistema nervoso. Ele mantém ossos e dentes fortes, ajuda a metabolizar o ferro e é necessário para o bom funcionamento do coração.
 ↪Fontes: brócolis, queijo tofu, salmão e gergelim.
-Magnésio: Necessário para a atividade hormonal do organismo e para a contração e o relaxamento dos músculos, incluindo o coração. Sua deficiência pode produzir hiperatividade nas crianças. Câimbras são um sinal de sua carência.
 ↪Fontes: arroz integral, levedura de cerveja, chocolate amargo, cereais integrais.
-Zinco: Necessário para a fertilidade no homem e para o armazenamento de insulina. Ele protege do sistema imunológico e combate infecções virais, como gripes e herpes.
Fontes: cogumelos, ostras, ovos e levedura de cerveja.
-Cobre: Ajuda na absorção do ferro, necessário para a produção de energia, antioxidante e regulador do colesterol.
Fontes: abacate, leguminosas e cereais integrais.
-Iodo: Ajuda na proteção contra os efeitos tóxicos dos materiais radioativos, previne o bócio, estimula a produção de hormônios da glândula tireoide, queima gorduras em excesso e protege pele, cabelo e unhas.
 ↪Fontes: peixe, abacaxi e algas marinhas.
-Potássio: Necessário para o funcionamento de nervos e músculos e regulador da pressão arterial. A sudorese é uma das causas de perda de potássio, assim como a diarreia crônica e os diuréticos.
 ↪Fontes: banana, melaço e abacate.
-Manganês: Necessário para o bom funcionamento do cérebro, atua nos problemas de memória, concentração e irritabilidade. Também é essencial no combate a problemas de pele. Esse mineral é antioxidante e necessário no tratamento da artrite.
 ↪Fontes: nozes, hortaliças e leguminosas.
-Molibdênio: Necessário para a produção de ácido úrico, ajuda a prevenir a impotência sexual e previne a anemia, pois é necessário para o metabolismo do ferro.
Fontes: ovos, farelo e cereais integrais.
-Selênio: Antioxidante, protege o sistema imunológico, melhora o funcionamento do fígado, mantém pele e cabelo saudáveis e protege a glândula tireoide.
 ↪Fontes: gérmen de trigo, atum, brócolis e castanha do Pará.
-Vanádio: Ele ajuda a retardar a formação de colesterol, ajuda a reduzir os níveis de açúcar no sangue, ajuda a reduzir a pressão arterial e previne doenças cardíacas.
 ↪Fontes: rabanetes, lagosta e salsa.
-FerroÉ necessário para a produção de hemoglobina e certas enzimas, aumenta as defesas do organismo. É essencial para o fornecimento de oxigênio às células e deve ser consumido em maior quantidade pelas mulheres, uma vez que elas perdem o dobro de ferro que os homens. Sua carência predispõe a fadiga crônica.
 ↪Fontes: feijões, beterraba, lentilha e marisco.

A correria do dia a dia exige do nosso organismo uma quantidade maior de nutrientes para funcionar bem e, quando falta um elemento apenas, o corpo se desequilibra e deixa de funcionar corretamente.
Devemos cada vez mais cuidar da nossa saúde de uma maneira preventiva, integrando nosso corpo, nossas emoções e nossas sensações. Entender como seu organismo funciona e combater os maus hábitos é o primeiro passo para essa prevenção.

 ➡A quantidade de suplementos varia de acordo com a fase da vida e o gênero, por isso a necessidade da toma de suplementos deve sempre ser indicada pelo médico ou nutricionista.